31 de dezembro de 2017

Aderindo às demagogias da época

Desejo a todos a concretização dos vossos desejos, saúde, paz e amor. 


Aqui para a bolga, que em 2018 os imbecis continuem imbecis, para as delícias dos que não o são, e a esses, aos totós, como por exemplo a picante, quero muito que lhe surja neste ano que está quase a nascer, a oportunidade de assimilar novas decorações para a sua mesita de Natal - entre outras inovações que lhe almejo qu'eu sei lá, nomeadamente em relação àquele sentido de humor de fazer chorar todas as letras da palavra, bem assim como de levar o conceito à eutanásia - ou o Pipouco Mais Salgado, por outro exemplo, a quem desejo intensamente que  veja esclarecidas todas aquelas suas inquietantes dúvidas de merda. Também lhe desejo que nunca lhe falte a lenha de não sei quê para a porra da lareira, nem os livros, nem o vinho, nem as comentadoras, nem a  sua opípara veia  blogueira (aqui poderá  talvez pensar-se que estou a ser uma beca egoísta, eu sei, mas é que não vejo mal nenhum em que um desejo direccionado ao bem estar de  determinada pessoa, sirva também os interesses do seu emissor - para além do óbvio altruísmo inerente a estas circunstâncias, naturalmente -  como é o caso, pois que estou fartinha de dizer que o mimo é o meu joão pestana), e por fim, que seja finalmente durante o ano que se avizinha que a minha mui pertinente pergunta, lavrada, penso que há 2 anos, tenha por fim uma resposta satisfatória, pelo menos para ele. 
Continuando, às tontinhas do costume, pois que amén, saravá, namastê & etc, à Sapo, essa bela merda (beijinho Pedro!),  pás, façam lá a vontade à pessoa, caralho, havíeis de compreender a exaustão, se não a minha, pelo menos a da(o)s vossos fieis depositária(o)s que, assim como eu, suspeito,  já devem verter aquilo pelos olhos, todos os 3. Né? Foda-se.
Ok que não vos cabe a vós acabar de vez com o filha da puta do Natal de modo a nos pouparem às mil declarações ora do quão mágica é a quadra, ora em quão inebriante uma puta de uma pinha se pode transformar, por ter sido pintadinha a doirado e pendurada na árvore a não sei quantas mãos transbordantes de amor umas pelas outras, ai que aconchego e blablablas, blablablas, blablablas, rabanadas e coscorões à fartazana, mas podem, que eu sei que podem, dar a merda do destaque à página que chora. Portanto, pensem lá nisso. Sejam irmãos. Fofos. Compreensivos. Disponíveis. Arrisquem. Que, de acordo com a outra referência literária de tantos colegas bloggers aqui da praça, arriscar é um risco bom (hã?, olé, mainada).  Sejam, enfim, Natal, na sua verdadeira acepção. Vale? Boa. Cá joquita a mim, vá. 

Para terminar, que isto já vai longo e ainda tenho as pestanas postiças pra colocar, despeço-me deste ano e dos meus queridos amigos destas andanças - sabeis perfeitamente quem sois, deixai-vos lá de tretas - dizendo-vos que acabei de encomendar ao Universo 365 luas para cada um de vós, produzidas e preenchidas à medida das vossas expectativas.  Xim?

Pronto, é tudo.  Agora vou prá rambóia. 

10 comentários:

  1. Fala-me disso, de colocar pestanas postiças.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te ponhas já com o teu mau feitio, ok?
      Comprei daquelasque são tipo penso rápido, porque não tive tempo de ir aplicar das outras.
      Eram uindas*. Todas reviradas e cas pontinhas cheias de glitter. :))

      *(Dizem, que como me entrou um bocado da cola prá vista, passei a noite às apalpadelas. Mas também não destoei assim muito do resto do pessoal).

      Eliminar
  2. Em jeito blogosférico: passando para te desejar um excelente 2018.
    Me visita, vai :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahahaha!

      Falta o link do blog a reforçar o nick!

      Muito obrigada, mai linda. Que 2018 te traga tudo o que queres muito, muito, e que vivas tudo isso na companhia dos teus amados.

      Eliminar
    2. Tens razão. Esqueci-me completamente, aqui vai: www.pinocadascutxicutxi.blogspornochachadas.pt

      Eliminar
    3. Olha que nome tão singelo!

      Aposto que citas Fernando Pessoa, Saramago e até Karl Marx, naquela de ensinares a mil e uma formas de se fornicar mas com bué de intelecto. :P

      ahahahahahahahaha! "pinocadas cutxicutxi" está muito bom!

      Eliminar
  3. No mínimo, quero dizer, mesmo nos mínimos, desejo que permaneças igualzinha neste 2018.

    Se te apetecer ser mais, será um bónus.

    Mesmo não tendo o hábito de o desejar a outros, que para ti seja um 2018 cheio de truculenta falta de paciência com o politicamente correto.

    Não consigo terminar um post teu sem ter de controlar o riso.

    Fleuma,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)

      Tenho a impressão, caríssimo Fleuma, que os teus desejos serão ordens...


      Abraço para ti, e um excelente ano!

      Eliminar
  4. Olá e desculpa já vir atrasado para os desejos de um bom ano, mas mais vale tarde que nunca, não é verdade?

    Não sigo o teu blog há muito tempo, mas vale sempre a pena vir aqui, especialmente se estiver num daqueles dias da merda, porque rio-me sempre com aquilo que escreves e do jeito que escreves. Obrigado por isso, pois é bastante precioso!

    Então, aqui fica um beijinho e um desejo de um óptimo 2018 e que continues com essa capacidade fantástica de me provocar o riso! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muchas gracias Bruno Miguel.:))

      O mesmo para ti. Abraço!

      Eliminar